DERROTA: SABOR AMARGO E RUIM DE ENGOLIR!

200283796-001

        Enquanto teve “perna”, o time do Rebeldiões foi valente e conseguiu jogar de igual para igual contra a forte equipe do Rola Bola. No segundo tempo, as forças alviverdes acabaram e a equipe adversária conseguiu vencer pelo elástico placar de 9×3. A derrota foi feia pela quantidade de gols sofridos, mas os desfalques e os excessos das festas de fim de ano que ainda pesam em alguns craques rebeldes, foram determinantes para a goleada.

        O jogo começou com o Rebeldiões saindo na frente. 1×0 gol do camisa 10, Biel, após esperta roubada de bola. Bem entrosada, a equipe do Rola Bola trocava passes com perfeição esperando a hora de empatar, enquanto os rebeldes tentavam ampliar nos contra-ataques. De tanto insistir, a equipe rubro-amarela conseguiu virar o jogo após duas excelentes tabelas seguidas de potentes chutes, 2×1. Sem desanimar, o alviverde conseguiu o empate ainda na primeira etapa após bom passe de Léo Rato na direita para Ponzio, que chutou de primeira para igualar o marcador, 2×2.

        Cansado, o time do Rebeldiões voltou para a segunda etapa tentando se poupar em campo e buscar a vitória na sua melhor arma: o contra-ataque. Por outro lado, o Rola Bola aproveitou o maior número de jogadores reservas e envolvia os rebeldes nas rápidas trocas de passes.

        Quando conseguiu fazer 4×2, o Rola Bola foi se aproveitando da desorganização tática do Rebeldiões e mesmo logo após sofrer o terceiro gol alviverde, marcado de cabeça pelo presidente Léo Raça, não teve dificuldades para construir a goleada. Extenuados em campo, os jogadores rebeldes não encontravam forças para reagir após os gols do adversário.

        Fim de jogo, 9×3 para o Rola Bola. Resultado elástico, fora do normal para o Rebeldiões, porém, justo diante da superioridade física do adversário e dos desfalques alviverdes. Ambas as equipes abusaram de perder gols. Principalmente os rebeldes que acabaram castigados.

        Segundo a diretoria rebelde, o resultado do jogo não vai mudar em nada o planejamento estabelecido para a disputa do Campeonato Carioca, contra a equipe do Real no dia 1 de Fevereiro, em Niterói. De acordo com o presidente Léo Raça, o mais importante nesse momento é dar ritmo de jogo aos atletas e realizar amistosos contra equipes do primeiro escalão do society carioca.

          E o último teste do Rebeldiões, antes da estréia, será contra a equipe do Cajaca, no próximo Domingo.

0 Responses to “DERROTA: SABOR AMARGO E RUIM DE ENGOLIR!”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s




Contador

  • 16.966 visitas

%d blogueiros gostam disto: