Arquivo para agosto \27\+00:00 2008

PARA FELICIDADE DA NAÇÃO REBELDE… NOSSO PRESIDENTE LÉO RAÇA FICA!!!

Antes da partida contra o Siabas, o conselho deliberativo do Rebeldiões convocou uma reunião de emergência, em virtude do vazamento da notícia de que o presidente Léo Raça pensava em abrir mão do cargo e deixar a presidência do alviverde de Jacarepaguá.

        A reunião presidida pelo conselheiro Negão, e que contou com a presença do outro conselheiro, Gaúcho, do capitão Vini, da Assessoria de Imprensa rebelde, do diretor de Atividades Promíscuas, Renato Baiano, do treinador Pudim Comilão e do próprio presidente durou cerca de 40 minutos. E depois de muita conversa, ficou decidido que Léo Raça, ao contrário das notícias publicadas, continuará na presidência do Rebeldiões Futebol Society até o novo pleito, que acontecerá na festa de fim de ano rebelde, em Dezembro.

A meta agora é cumprir todo o planejamento elaborado pelo presidente até o final da Superliga.

QUANDO ACORDAMOS, JÁ ERA TARDE!

        Assim como na partida contra o Leg, onde o Rebeldiões teve sempre que correr atrás no marcador, o duelo contra a boa equipe do Siabas no último Domingo seguiu o mesmo enredo.

        Como ambas foram derrotas na primeira rodada da Liga Challenger, quem vencesse manteria as chances do título e ainda eliminaria o rival. E o jogo começou bem disputado, com ambas as equipes demonstrando respeito mútuo.

        O Siabas conseguiu furar o bloqueio rebelde após boa troca de passes pelo meio e um arremate certeiro no canto do goleiro Baianinho. Sem acusar o golpe, o Rebeldiões encurralou o adversário no seu campo de defesa obrigando o goleiro azul-grená a praticar boas defesas. E de tanto insistir, o alviverde chegou ao gol de empate após cobrança de falta forte do camisa 10, Biel.

        Com o empate, o Rebeldiões se animou e partiu com tudo para a virada. Mas, esqueceu que o adversário era muito forte e que não estava em campo a “passeio”. Numa cobrança de escanteio, o atacante do Siabas cabeceou para trás e a bola bateu no peito do zagueiro rebelde encobrindo o goleiro. O segundo gol contou com um lance de sorte, mas, aproveitando-se da famosa “pane rebelde”, o Siabas conseguiu encaixar belas jogadas com o pivô e finalizar o primeiro tempo goleando por 4×1.

        Após a conversa no intervalo, o Rebeldiões voltou “mordido” e disposto a reverter a situação. Após uma pressão inicial, os rebeldes conseguiram diminuir com outro gol de Biel. E, depois de muita pressão e gols perdidos, Léo Raça bateu com categoria o pênalti sofrido pelo camisa 10, Biel.

        Vendo que o empate era algo possível, o alviverde partiu para cima com tudo. Mas, o tempo não era suficiente. Final de jogo, Siabas 4×3 Rebeldiões.

        Destaque para o camisa 10 Biel que desequilibrou, para o fim do jejum de gols do atacante Léo Raça, para o goleiro do Siabas que praticou excelentes defesas, para o restante da equipe azul-grená que venceu com méritos jogando sempre com lealdade e para o árbitro que não complicou o andamento da partida.

ESTRÉIA COM PÉ ESQUERDO!

        Não foi uma estréia muito feliz para o Rebeldiões no Grupo A da Liga Challenge. Com uma tremenda falta de sorte nas finalizações e algumas bobeiras, os rebeldes foram derrotados pelo Legbreakers por 6×5.

        A partida começou sob forte calor, devido o sol que castigava o campo do Pau-Ferro. E o Legbreakers se aproveitou da sonolência inicial do time alviverde para abrir 2×0 no placar. Temendo uma goleada, os rebeldes acordaram e partiram para o ataque. Após boa tabela entre Léo Rato e Rodolfo, o camisa 4 conseguiu finalizar dentro da pequena área para diminuir. E logo depois, após um falta na intermediária, o camisa 12, Ponzio, cobrou com extrema perfeição no ângulo esquerdo do goleiro empatando a partida em 2×2.

        Ainda na primeira etapa, o Rebeldiões provou do próprio veneno. Após uma falta, o jogador do Legbreakers cobrou com categoria tirando da barreira e do goleiro para colocar novamente o Leg na frente, 3×2. Sem desistir, a equipe alviverde conseguiu outra vez o empate através de Renas Maravilha num chute cruzado. Fim do primeiro tempo, 3×3.

        Após muita conversa, as equipes voltaram do intervalo dispostas a conseguir a vitória. E depois de uma bobeira numa cobrança de escanteio a favor do Rebeldiões, o Leg saiu rapidamente para o contra-ataque e conseguiu o gol. E, logo depois, mais um bonito gol na partida. Luiz dominou no peito, limpou o zagueiro Doug da jogada, e chtou sem chances para o goleiro rebelde, Baianinho.

        Perdendo por 5×3, o Rebeldiões não desistia. E a sua valentia foi novamente premiada. Outra vez com gols de Rodolfo e Renas Maravilha, os rebeldes chegaram ao empate. E só não viraram graças a trave do goleiro do Legbreakers que estava benzida. Só Léo Raça conseguiu acerta-la em duas oportunidades.

        A partida caminhava para o empate quando o time do Leg conseguiu o gol salvador. Final de partida, Legbreakers 6×5 Rebeldiões.

PERDEU, COMILÃO!

  

      

       Após a operação Satiagraha, onde a Polícia Federal apurou um esquema ilegal de investimentos no exterior e também uma tentativa de suborno a um delegado, chegou ao fim o mistério envolvendo o Rebeldiões.

        Em conjunto com a Interpol, a Polícia Federal desencadeou na última semana a operação Boquinha Melada, com o objetivo de investigar e dar fim a um mega esquema internacional de tráfico de docinhos. E numa atuação impecável de seus agentes, foi preso o chefe da quadrilha. Para surpresa geral, o mentor é o treinador do Rebeldiões Bruno Ramos, mais conhecido pelo sugestivo apelido de Pudim.

        Após meses de investigação, a Polícia Federal interceptou o carro do comandante rebelde na rodovia que liga o Rio de Janeiro a cidade de Penedo, no interior fluminense. Com ele, foram encontrados cerca de 100kg dos mais variados docinhos, queijos e outras delícias.

 

                                                       

 

        Preso em flagrante, o devorador profissional de doces não quis conceder entrevistas. Apenas relatou que tudo não passava de uma armação e que os doces encontrados foram colocados em seu carro por alguém que desejava incriminá-lo. Segundo ele, apenas as barras de chocolate e os pés-de-moleque fazem parte do seu consumo matinal.

        O agente da Polícia Federal que comandou a operação Boquinha Melada, Vinicius Cabelo, deu mais detalhes sobre a prisão do treinador rebelde.

        – Foi uma ação estudada minuciosamente e muita bem executada. Essa remessa encontrada é muito menor da que partiu de Penedo. No caminho, Pudim Ramos comeu queijos em formatos bola, pães de mel, brigadeiros e pés-de-moleque. E complicou ainda mais a sua situação ao tentar subornar um policial com barras de caramelo em formato de bengala. – relatou o agente da Polícia Federal que realizou a prisão.

 

 

        Foram divulgadas, com exclusividade para o site do Rebeldiões, algumas fotos da mochila do treinador Pudim no exato momento da prisão.

        Logo que a notícia repercutiu na Toca do Jacaré, o presidente Léo Raça acionou os advogados alviverdes que vão tentar um Habeas Corpus para soltar Pudim. Todos os membros rebeldes estão dando apoio irrestrito a esse momento conturbado na vida do comandante alviverde.

        Pudim tem um histórico conturbado quando o assunto é comida. Sempre roubando docinhos em comemorações do Rebeldiões e Pés-de-Moleque na casa do amigo Renas Maravilha, o comandante alviverde já passou por diversas clínicas de recuperação para viciados em docinhos.

 

 

        Agora, diante dos fatos, todos os amigos, fãs e jogadores do Rebeldiões Futebol Society vão torcer para que esse caso seja esquecido o mais rápido possível. E que os doces… Bem, os doces o Pudim se encarrega de comer.

VITÓRIA PRA DAR MORAL!

         Em mais um amistoso de muito equilíbrio contra a jovem e forte equipe do The Dons, o Rebeldiões demonstrou que vem reencontrando o caminho das vitórias ao derrotar a equipe colorada por 6×5, ontem, no campo da academia Rio Sport Center.

        Com uma boa atuação, o alviverde consegui o resultado positivo na base da determinação e na força do seu conjunto. Os gols rebeldes foram marcados por Léo Raça (2), Biel (2), Gaúcho e Emiliano.

        Destaque para o atacante Léo Raça, que marcou quatro gols em três jogos contra o The Dons, para o camisa 10 Biel que vem se especializando em gols de falta e, finalmente, para o volante Gaúcho.

        O jogador oriundo dos Pampas resolveu atender as orientações do treinador Pudim, e dos companheiros, a arriscar mais as jogadas ofensivas. Resultado: Três gols nas últimas duas partidas. Dá-lhe, Gaúcho!
        Todo o time do Rebeldiões jogou bem, com muita vontade e nunca desistindo de alcançar a vitória. Algumas falhas de posicionamento e marcação em jogadas aéreas persistem. Mas, ainda há tempo para os erros serem corrigidos até a estréia na Superliga.

NO CAMINHO CERTO!

        Após conquistar a Taça Liga Desportiva aplicando duas goleadas com o time C, o Rebeldiões conseguiu mais um resultado expressivo na noite de ontem. Jogando com desenvoltura e criando inúmeras chances de gol, os rebeldes venceram a boa equipe do Johnnie Walker por 7×1. Os gols da partida foram marcados por Gaúcho (2), Biel, Thiago Ronaldinho, Renas Maravilha, Léo Rato e Emilliano

        Desde o início, os alviverdes comandaram as ações do jogo. Com a vantagem de 1×0 no placar, o Rebeldiões cedeu alguns espaços e deixou a equipe adversária gostar do jogo e, minutos depois, empatar. A partir daí, os rebeldes encaixaram o jogo, o toque de bola e a boa movimentação até chegar à goleada.

        Inúmeras chances de gol foram desperdiçadas pelos jogadores do Rebeldiões e alguns erros de posicionamento persistem, mas, no geral, foi um bom teste. O treinador Harry Pudim Potter saiu satisfeito com o resultado e com o volume de jogo apresentado por seus prodígios.

        O presidente Léo Raça busca rivais para marcar amistosos para Domingo de manhã. O local mais provável é o campo da academia Rio Sport Center,na Barra da Tijuca.

        A preparação para a Liga continua!


Contador

  • 16.965 visitas