Arquivo para junho \30\+00:00 2008

Desistir? Jamais!

        Mais uma vez a sorte não esteve ao lado do Rebeldiões. Depois de iniciar muito bem a sua participação na Copa Flog 2008, com uma vitória sobre a forte Ponte Preta por 3×1, o alviverde sucumbiu diante do Brow e da jovem equipe do The Dons. Com isso, o sonho de conquistar o título acabou ainda na primeira fase, infelizmente.

       

REBELDIÕES 3×1 PONTE PRETA

 

        Bastante motivado devido a estréia no campeonato, o Rebeldiões começou o jogo esperando a forte equipe da Ponte Preta atacar com o seu tradicional toque de bola. Bem postado na defesa, os rebeldes contra-atacaram duas vezes através do atacante Léo Raça. Nas duas finalizações o camisa 8 tirou do goleiro, mas chutou rente a trave.

        Sempre perigoso, o Rebeldiões abriu o placar com o capitão Vini. O zagueiro apareceu como elemento surpresa na zaga ponte pretana pela direita e finalizou sem chances para o goleiro.

        Com o gol, os rebeldes puderam jogar mais tranqüilos. Ficaram esperando algum erro da Ponte Preta para tentar aumentar a vantagem. E numa falha da defesa alvinegra, o meio campo Biel bateu rápido um arremesso lateral na cabeça do camisa 16, Léo Rato, que fez 2×0 no placar a favor do Rebeldiões.

        Incomodada com a forte marcação alviverde, a Ponte tentava a todo custo furar o “ferrolho” rebelde. Até que num chute forte da intermediária, o excelente goleiro Fernando defendeu e conseguiu espalmar para escanteio antes da bola ultrapassar a linha do gol. Só que o árbitro, mal posicionado, validou o gol alvinegro. Mesmo com todos os jogadores da Ponte Preta posicionados para a cobrança do córner.

        Na volta para o segundo tempo, a defesa do Rebeldiões continuou bem armada. E os ponte pretanos só ameaçavam em cobranças de faltas. E foi numa batida de falta que saiu o gol. Gol de Biel. Gol Rebelde. Numa precisa cobrança, o camisa 10 colocou na gaveta do arqueiro alvinegro aumentando a vantagem do Rebeldiões.

        A partir daí, foi só administrar o resultado e conseguir os suados três pontos na estréia da Copa Flog.

 

REBELDIÕES 0x1 BROW

 

        Diante de um adversário muito forte, o Rebeldiões iniciou a partida tentando usar a mesma tática da partida contra a Ponte Preta. Ou seja, jogar no erro do adversário.

Só que a boa equipe do Brow conseguiu o seu gol logo no primeiro ataque da partida. Numa cobrança de escanteio, o atacante aproveitou um bate-rebate e finalizou dentro da pequena área para abrir o placar.

        Em desvantagem, o treinador Harry Pudim Potter teve de fazer uma mudança de ordem tática. Tirou um zagueiro, Renato, e colocou mais um homem de meio-campo, Léo Rato, para tentar rapidamente o gol de empate.

        Mas, o equilíbrio entre os times era tão grande, que nem com cartões amarelos, bolas nas traves e em cobranças de faltas o placar sofreu alteração.

        No último minuto de jogo, o camisa 10 alviverde, Biel, fez linda jogada pela esquerda driblando dois marcadores e rolando pra pequena área. Os atacantes Léo Raça e Emilliano chutaram, mas a defesa do Brow conseguiu afastar o perigo praticamente em cima da linha.

        Antes de começar o jogo, a tática do Rebeldiões era jogar no erro do adversário. Como a equipe do Brow foi quase perfeita taticamente e soube aproveitar a chance que teve no início do jogo, o placar mínimo mostra como foi equilibrado o duelo entre azuis e alviverdes.

 

REBELDIÕES 0X3 THE DONS

 

        Após a vitória da Ponte Preta em cima do Brow por 4×2, a vitória simples do Rebeldiões em cima da estreante equipe do The Dons daria a classificação para o alviverde.

        Sem conhecer a fundo o adversário, e necessitando da vitória, os rebeldes partiram pra cima em busca do resultado positivo. E foram várias as chances de abrir o placar. Só que o goleiro do The Dons estava em uma noite inspirada e foi impedindo o tento rebelde com belíssimas defesas. Numa delas, após ser surpreendido com uma cobrança de falta do camisa 12 Poncio, por cima da barreira, o arqueiro colorado levantou vôo e foi buscar a bola no ângulo esquerdo. Que defesa!

        Com, aproximadamente, o triplo de finalizações do The Dons, o time do Rebeldiões provou do próprio veneno quando viu o tempo passando e nada do gol sair. Até que, aos 10 minutos do segundo tempo, após uma bola que bateu na trave, nas costas do goleiro Fernando, num zagueiro rebelde (Ufa!) ela foi lentamente para o fundo das redes alviverdes. The Dons 1×0.

        Faltando cinco minutos e atrás no placar, o desespero e o desânimo bateu forte na equipe rebelde. Inflamado pela juventude dos seus jogadores e por uma imensa torcida feminina, o time colorado do The Dons aproveitou ainda da melhor condição física dos seus jogadores e chegou facilmente ao placar final de 3×0 acabando com o sonho da classificação do Rebeldiões.

 

 

        Após duas vitórias inéditas na história do Rebeldiões, contra Juventus e Ponte Preta, a esperança era de que a equipe alviverde engrenasse e voltasse a triunfar na Copa Flog 2008. Mas, ainda não foi dessa vez que os rebeldes puderam contar com a sorte. Agora, o presidente Léo Raça e a comissão técnica irão se reunir ao longo da semana para traçar um planejamento visando à disputa da Super Liga, que será disputada no segundo semestre.

Mais uma vez eliminado precocemente, o Rebeldiões vai tentar “juntar os cacos” e aprender com os próprios erros para que a boa fase volte a freqüentar a Toca do Jacaré. Porém, uma coisa é certa: Essas derrotas doem em cada jogador rebelde, mas nem um milhão de derrotas serão capazes de abalar a amizade entre os jogadores e o amor que eles sentem pelo manto alviverde.

A MURALHA

 

Depois de uma verdadeira “novela”, finalmente o presidente do Rebeldiões Futebol Society, Léo Raça, convocou a imprensa e a torcida para dar a notícia mais esperada pelos fãs alviverdes:

 

       – É com imensa alegria que eu anuncio para toda a fanática torcida alviverde, a contratação mais cara da história do Rebeldiões Futebol Society. Depois de semanas de negociações, consigo trazer mais que um goleiro para o RBD, mas sim um grande amigo que agora fará parte dessa família rebelde. Seja bem vindo, Fernando!

 

        Fernando, ex Vitória Régia, chega para defender a meta do Rebeldiões com o status de um dos melhores goleiros do Brasil e um dos poucos que tinham capacidade para envergar a camisa 1 rebelde.

        Sua estréia oficial foi no quadrangular de Domingo e ele já mostrou a que veio. Nas vitórias contra LEG e Juventus, Fernando fez defesas sensacionais e ainda colaborou com a sua excelente reposição de bola e visão de jogo.

        Desde o início das negociações, Fernando já demonstrava enorme interesse em defender as cores do Rebeldiões. Mas, sempre com muita ética e respeito ao seu ex clube, ele esperou o término do seu contrato para assinar por 5 anos com o clube rebelde. Após o desfecho, Fernando deu sua primeira entrevista como jogador do Rebeldiões.

 

       – Estou muito feliz por estar realizando esse sonho, que é vestir a camisa do Rebeldiões. Espero conseguir substituir a altura meu amigo Drama e dar muitas alegrias aos torcedores da Manguaça Rebelde. – Disse Fernando referindo-se ao ex goleiro e a torcida organizada do Rebeldiões.

 

 

O presidente Léo Raça não quis revelar quanto Fernando irá receber para defender a meta alviverde. Mas, segundo ele, será o maior salário da história do Rebeldiões.

 

Fernando, o que o presidente, jogadores e todos os torcedores rebeldes desejam, é que você seja muito feliz vestindo essa camisa, tenha muitas alegrias nas vitórias, certeza de que todos lutaram nas derrotas e, o principal, se sinta membro dessa família que é o Rebeldiões Futebol Society.

 

Muito Sucesso, Fernando!

 

Jacaré Alado!

Não é a toa que o futebol é uma das maiores paixões mundiais. Bastou um pouco de atitude e confiança para o Rebeldiões dar a volta por cima, e quase ficar com a primeira colocação do excelente quadrangular disputado Domingo, no Pau-Ferro.

        Com o adiamento da primeira rodada da Copa Flog 2008, os rebeldes foram convidados a participar de um torneio envolvendo as conhecidas equipes da Juventus, Legbreakers e Go Go Boys. A qualidade técnica dos quatro times prevaleceu ao longo das partidas disputadas e foi uma boa preparação para todos.

       

– REBELDIÕES x GO GO BOYS

 

O partida de abertura do quadrangular reuniu frente a frente, a terceira em menos de um mês, Rebeldiões X Go Go Boys. A vitória era muito importante para o alviverde. Pois, nos últimos dois confrontos, houve um empate e uma vitória dos Zebras.

        E o que se viu no primeiro tempo foi à presença de apenas uma equipe em campo, e essa equipe era o GGB. Bem entrosado e exercendo forte pressão, o alvinegro abriu 3×0 com extrema facilidade. Na segunda etapa o Rebeldiões chegou a diminuir, mas, depois, foi “literalmente” atropelado pelo Go Go Boys que chegou a abrir inacreditáveis 6×1, onde se aproveitou da desatenção, fragilidade e bobeira do time rebelde que parecia mais um time de deficientes visuais.

        Com vergonha e medo de um vexame, os rebeldes resolveram “acordar” e começar a jogar futebol. Na base da raça e da determinação, a vantagem alvinegra foi diminuindo pouco a pouco. Faltando menos de um minuto, o zagueiro Vini descontou para 6×4 numa linda cabeçada e, nos acréscimos, o camisa 10 Biel fez o quinto gol.

        Porém, pela vergonhosa atuação no primeiro tempo e no começo do segundo, o alviverde não conseguiu buscar o empate e a vitória do GGB foi mais do que merecida. Os Zebras souberam construir a imensa vantagem de 5 gols diante de um Rebeldiões atônito e totalmente sem brios.

 

Gols: Biel (2x) Poncio, Léo Raça e Vini.

 

        Durante a partida entre Legbreakes X Juventus, os jogadores rebeldes reuniram-se rapidamente para, mais uma vez, tentar impedir que uma atuação desastrosa como a anterior se repetisse.

 

– REBELDIÕES x LEGBREAKERS

       

        Derrotado pela Juventus, o LEG entrou em campo para enfrentar o Rebeldiões disposto a enterrar de vez as pretensões rebeldes no quadrangular. Afinal, quem perdesse a segunda partida ficaria sem chances de chegar ao primeiro lugar.

        LEG e RBD começaram o jogo tocando muito a bola de lado, estudando os movimentos do adversário, até sair o primeiro gol dos “quebradores”. Com 1×0 no placar, os rebeldes não se abateram e logo empataram, num chute de longa distância do meio campo Poncio pegando de surpresa o goleiro do LEG. A primeira etapa terminou 1×1 e sem qualquer previsão de vencedor.

        Veio segundo tempo e logo no início o Legbreakers conseguiu ficar novamente na frente numa roubada de bola. Mas, após receber um bom lançamento de um arremesso lateral, Rodogordo deu um drible de corpo no zagueiro e fuzilou o goleiro adversário fazendo o segundo gol para o Jacaré de JPA empatando o confronto.

Com o passar dos minutos e o cansaço começando a bater nos jogadores, a partida foi ficando mais aberta. E num contra-ataque, o alviverde Biel sofreu uma falta próxima a área do LEG. O ala/meio Emilliano assumiu a responsabilidade pela cobrança e, num toque magistral, pôs a bola no cantinho direito do goleiro adversário que nem se mexeu. Virada no placar, Rebeldiões 3×2.

        Querendo a vitória de todas as maneiras, os rebeldes resolveram abdicar do ataque e recuaram chamando a talentosa equipe do LEG para o seu campo. Após inúmeras chances perdidas e algumas defesas milagrosas do novo arqueiro alviverde, o Legbreakers chegou novamente ao empate.

        Com o placar apontando 3×3 a partida parecia definida. Mas, numa triangulação entre Biel, Léo Raça e Poncio, o Rebeldiões tentou o último “suspiro” num chutaço do camisa 12 que o goleiro do LEG desviou para escanteio. Na cobrança, Biel se aproveitou da confusão na área e empurrou para o gol vazio decretando a suada vitória dos rebeldes por 4×3.

 

– REBELDIÕES x JUVENTUS

 

        Com as derrotas do Go Go Boys para Legbreakers e Juventus, o Rebeldiões e a própria Juve chegaram para o último embate do Domingo com chances de conquistar o quadrangular. Só que para o time do alvinegro bastava o empate, enquanto os rebeldes precisavam golear para sonhar com o primeiro lugar.

        A partida começou como todos esperavam. A Juventus com maior posse de bola, toques rápidos e rodando o jogo a todo instante esperando surgir à oportunidade de gol. Só que num arremesso lateral despretensioso a favor do Rebeldiões, o zagueiro alvinegro se assustou com a presença do atacante Léo Raça e cabeceou contra as prórpias redes. Rebeldes 1×0.

        O alviverde ainda teve uma grande chance de ampliar numa linda tabela entre os meias Poncio e Biel, onde o primeiro chutou rente a trave do goleiro alvinegro. Mas, a partir daí, a partida se tornou um jogo de xadrez para o time da Juventus. Com o Rebeldiões exercendo uma de suas melhores marcações dos últimos tempos, a equipe adversária não conseguiu furar o “ferrolho” armado pelo treinador Pudim Harry Potter.

        O segundo tempo começou e a posse de bola da Juve era de aproximadamente 90%. Só que o maior volume de jogo e a troca de passes do time alvinegro não eram capazes de furar a bem postada defesa rebelde formada por Doug Funny, Negão, Renato Sorriso e o incrível goleiro do Rebeldiões.

        Os jogadores da Juventus começaram a demonstrar irritação por não conseguir ultrapassar o bloqueio alviverde quando surgiu o gol de empate. Numa cobrança de falta ensaiada, o jogador alvinegro saiu de dentro da área para a marca do pênalti, confundindo a marcação, rebelde e chutou livre para empatar a partida.

        Com o placar apontando 1×1, os jogadores continuaram com a tática apelidada de “Bote do Jacaré” e, logo em seguida, marcaram o segundo gol. Rodolfo disputou a bola com dois jogadores e ela sobrou livre para o camisa 12 Poncio que, com um toque tirando do zagueiro, ficou cara a cara com o goleiro do Juventus. O meio campo teve tranqüilidade para colocar a bola entre as pernas do goleiro e fazer Rebediões 2×1.

        A partir daí começou a avalanche promovida pelo time da Juventus. Com ataques em série, a Juventus tornou o goleiro alviverde num dos protagonistas da tarde. Ao lado do zagueiro Negão, que anulou completamente o centroavante Souza, do zagueiro Renato Sorriso, sempre preciso nos desarmes, e do careca Doug Funny que não deu espaços para Buiú e Cia, o arqueiro rebelde fez intervenções milagrosas debaixo das traves alviverdes.

        E foi com o camisa 1 que o Rebeldiões deu o “tiro de misericórdia” na Juventus. Com praticamente todo o time alvinegro dentro do campo rebelde, o arqueiro alviverde fez magistral lançamento para o meio campo Poncio fazer seu segundo gol na partida e decretar a vitória do Rebeldiões sobre a toda poderosa Juventus por, incontestáveis, 3×1.

        Foi a vitória da paciência, da aplicação tática e do verdadeiro espírito rebelde. E vale lembrar, mais uma vez, as boas atuações do trio Doug Funny, Negão e Renato Sorriso.

        A Juventus acabou campeã do quadrangular graças ao saldo de gols superior ao do Rebeldiões. Mas, o que valeu para o time alviverde foi voltar a exibir um bom futebol e a esperança de conquistar bons resultados na Copa Flog 2008.

        O presidente Léo Raça tentará marcar algum amistoso antes da estréia para aprimorar o entrosamento e o condicionamento físico dos rebeldes.

CLÁSSICO QUENTE EM UMA NOITE FRIA!


Na fria noite de quinta-feira, Rebeldiões e Go Go Boys empataram em 3×3 num jogo bastante movimentado e com bonitos gols.

O alviverde, desfalcado do seu treinador Harry Pudim Potter, devido a inauguração de mais uma loja de docinhos na cidade, foi comandado pelo auxiliar técnico Douguerley Luxemburgo, que ordenou o time a tentar controlar as ações do jogo desde o início. Mas, os Zebras estavam bem postados na defesa e não sofriam grandes sustos. A não ser por uma jogada de pura determinação do atacante Léo Raça que, após dividir a bola com três zagueiros do GGB, chutou no pé da trave do goleiro alvinegro. O primeiro gol saiu depois uma desatenção na marcação do time rebelde. Após um arremesso lateral no campo de ataque, dois jogadores do GGB tabelaram e um deles chutou para a boa defesa do improvisado goleiro Brunno. Porém, no rebote, outro jogador Zebra chutou livre para marcar.     
        Com 1×0 no placar, o Rebeldiões correu em busca do gol de empate. E ele veio com um golaço do camisa 12, Poncio. Após receber a bola no campo de defesa, o jogador alviverde acertou um incrível chute no ângulo do goleiro do GGB. Segundo o Tira-Teima da Rede Globo, a bola alcançou os 97 km antes de estufar as redes alvinegras.
        Com o empate, os rebeldes mantinham um pouco mais a posse de bola. Mas, sofriam com perigosos contra ataques. E numa bela jogada individual saiu o gol de desempate a favor do Go Go Boys. O jogador recebeu a bola do goleiro, driblou o primeiro, o segundo jogador do Rebeldiões e foi avançando até chutar e vencer o goleiro Bruno. Mas um bonito gol e 2×1 no placar para os Zebras.      
         Mais uma vez atrás no marcador, os alviverdes tentaram empatar antes do intervalo. Após algumas chances desperdiçadas por ambos os times, o Rebeldiões conseguiu empatar novamente. Léo Rato, no seu primeiro toque na bola, cortou o zagueiro adversário e chutou sem defesa. Outro belo gol e um 2×2 que fez justiça a um primeiro tempo muito disputado. 
         Sem descansar no intervalo, as duas equipes resolveram voltar logo a jogar. E o ritmo acelerado do primeiro tempo, pareceu ter esfriado os ânimos dos times para a segunda etapa. GGB e Rebeldiões arriscavam muitos chutes de longes e as melhores chances só apareciam em jogadas individuais.      
         Mais perigoso em campo, O GGB acertou uma bola no travessão e logo depois conseguiu ficar a frente do placar mais uma vez. Após uma roubada de bola, dois jogadores saíram cara a cara com o goleiro rebelde. E aí, ficou fácil para o alvinegro fazer 3×2. 
         De novo tendo de correr atrás do empate e um pouco desorganizado taticamente, devido às inúmeras experiências feitas pelo treinador Douguerley, o Rebeldiões pressionou, perdeu várias oportunidades cristalinas de empatar e acabou premiado pelo esforço dentro de campo. Após lateral cobrado por Emilliano, o meio-campo Poncio se antecipou e chutou a gol. O jogador do GGB interceptou a bola com a mão e o juiz marcou a penalidade máxima. Com a calma e categoria de sempre, Léo Rato cobrou e marcou o seu quinto gol nas duas últimas partidas contra o Go Go Boys. 
         Inflamado pelo empate, o alviverde buscou o gol de desempate e quase foi premiado num chute do cabeça-de-área Gaúcho e numa bicicleta do zagueiro Renato Sorriso que o defensor alvinegro tirou em cima da linha. Seria outro golaço nessa excelente partida que os times protagonizaram no campo do Pau-Ferro. Final de jogo: Rebeldiões 3×3 Go Go Boys.
         No fim do jogo, o presidente Léo Raça reuniu o time para dar uma bronca pela postura dos jogadores e dar apoio incondicional ao treinador interino Douguerley Luxemburgo que foi questionado pelos jogadores por suas excessivas trocas.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CONCENTRAÇÃO TOTAL

Após o empate com o co-irmão Go Go Boys, o Rebeldiões volta o seu foco para a disputa da Copa Flog, Domingo.
                      

       
A ordem no CT alviverde, a Toca do Jacaré, é de concentração total. O presidente Léo Raça já alertou os jogadores sobre as tentações presentes na cidade do Rio de Janeiro. Ele, em conjunto com a comissão técnica, elaborou mais uma de suas cartilhas. Só que, dessa vez, existem algumas orientações individuais. Vamos a algumas delas:

RENATO – Não pode aderir totalmente à vida de casado e ficar o dia todo em frente ao “Homer” Theather, assistindo Cartoon Network.

NEGÃO – Nunca mais comprar Nova Schin nas confraternizações rebeldes e não pode falar alto com a patroa pra não sofrer escoriações pelo corpo.

DOUG – Parar de freqüentar West Show, Tem-Tudo, Vila Mimosa e outros lugares de “garbo e elegância”, parar de raspar as axilas e, o mais importante, parar de fazer serenatas em inglês.

VINI – Treinar mais o “par ou ímpar” e interromper o uso de Finasterida contra a calvície para não ser pego no doping.

GAÚCHO – Não freqüentar mais a “Ducha com Sacanagem” e manter residência fixa. Tá Foda!

BIEL – Sair do MSN antes das 3 horas da manhã e parar de conversar com o Doug sobre o novo homem moderno.

PONCIO – Parar de perturbar sua dama com a irritante frase, “Mô, coloca no 39!”.

LÉO RATO – Não poderá trocar de carro, para de efetuar saques em valores que superem os R$10.000 e deixar de ficar feliz quando alguém morre.

RENAS – Parar de dar o famoso drible “Quadrado e X”!

THIAGO FOFÔMENO – Não poderá engatar mais um namoro e nem usar Bioslim pra ficar “fininho”.

LÉO RAÇA – Deve evitar assistir documentários com menção a Adolf Hitler e Benito Mussolini.

RODOLFO – Parar de cultivar a Mata Atlântica em suas costas.

PUDIM HARRY POTTER – A partir de agora só poderá sentar em cadeiras feitas de cimento ou aço e não poderá roubar os danoninhos do seu irmão Vinícius.

Com essas recomendações, a diretoria do Rebeldiões espera doação total de seus jogadores e que o time consiga impor o seu melhor futebol para se classificar a segunda fase da Copa Flog 2008.

           Serão jogos dificílimos, mas os rebeldes prometem dar a vida para honrar o manto alviverde.

Boa Sorte a todas as equipes!

Jesus está Comigo! 

Rebeldiões Futebol Society

 

A Grande Família

            

                        

            Acertou quem respondeu a alternativa B. Isso mesmo! Foi a bela BUNDA do treinador Pudim Harry Potter que espatifou a frágil cadeira em vários pedaços no churrasco de aniversário dos jogadores Thiago Fofômeno, Léo Rato e do próprio Pudim Potter.

            Devido à falta de adversários para amistosos no Domingo e a necessidade de uma reunião para comemorar três aniversários ao mesmo tempo, o Presidente Léo Raça deu folga aos jogadores e os liberou para trabalharem com álcool o dia todo. E graças a hospitalidade do camisa 7, Renas maravilha, que gentilmente cedeu sua moradia para a realização do “Churrálcool”, todos comeram, beberam, e se divertiram.

            A festa começou com a chegada do lindo bolo, retratado acima, que foi confeccionado pela rebeldiete Lívia, esposa do treinador Pudim. E, mesmo com as ausências de importantes amigos como Gaúcho, Biel, Saci e Emilliano, o nobre presidente Láo Raça deu início aos “trabalhos” e detonou belos e gigantescos pratos no almoço.

            Com Thiago Ronaldinho e o Pudim Potter não ficando atrás na comilança, o “Churrálcool” continuou animado. O demais jogadores foram chegando e, com o grupo completo, divertidas histórias foram contadas. Principalmente pelo desenvolto Rodogordo, que foi denominado por todos como um “mal necessário”.

            Qualquer confraternização, reunião, resenha ou encontro do Rebeldiões não pode faltar à presença do zagueiro Doug Funny. Após chegar atrasado (Sério ?!), Funny contagiou as meninas e divertiu os homens fazendo uma serenata com muitas músicas cantadas num inglês muito peculiar.

            Após rirem muito com algumas fanfarronices, entre elas a cadeira destroçada pelo “Popô” do técnico Pudim, Negão e seu carregamento de Nova Schin e com recém casado Renato Sorriso, foi chegada a hora do “parabéns” para os aniversariantes. Sem contar com a presença de Léo Rato, que teve que sair mais cedo para resolver problemas particulares, o defensor Doug Funny cantou a plenos pulmões o hino rebelde.

            Terminada a festa, eis que o camisa 9, e aniversariante, Thiago Ronaldinho manda uma pérola ao ver que o treinador Pudim fez valer o seu poder e carregava consigo o que sobrou do bolo rebelde: “- Aí, eles vão levar o bolo embora mesmo?” Esse “chororô” de Thiago por causa do bolo fez o presidente Léo Raça cair na gargalhada.

            Enfim, foi uma tarde muito alegre e que, com certeza, não será a última confraternização rebelde. Parabéns aos aniversariantes Léo Rato, Thiago e Pudim. Muitas Felicidades e muitas partidas e gols com o manto do Rebeldiões.

 

VAI COMEÇAR A DISPUTA!

 

            Ainda perseguindo um título de grande expressão em 2008, o Rebeldiões irá começar sua caminhada na Copa Flog no próximo Domingo, dia 22.

            Nessa semana foram sorteados os grupos e decidida a fórmula de disputa. O Rebeldiões caiu no Grupo C, ao lado de tradicionais equipes como Ponte Preta, Brown e The Dons. A Copa Flog será disputada nos próximos dois Domingos e as duas primeiras equipes de cada grupo e os dois melhores terceiros colocados avançam a próxima fase.

            Eis os jogos do Rebeldiões FS na primeira fase da Copa Flog 2008:

 

REBELDIÕES X PONTE PRETA
Data: 22/06/2008
Horário: 13:10h
Campo: Pau-Ferro (Campo 1)
 

 

REBELDIÕES X BROW
Data: 22/06/2008
Horário: 14:30h
Campo: Pau-Ferro (Campo 1)
 

 

REBELDIÕES X THE DONS
Data: 22/06/2008
Horário: 15:50h
Campo: Pau-Ferro (Campo 1)
 

 

            É um grupo equilibrado onde todas as equipes têm chance de avançar a próxima fase. E o Rebeldiões vai lutar com toda sua coragem e garra para conquistar essa taça.

  

PREPARAÇÃO IMPORTANTE!

 

            Visando melhorar o preparo físico e o entrosamento da equipe, o presidente Léo Raça consegui marcar um excelente amistoso de preparação para quinta-feira a noite, no campo do Batalhão. A partida será contra o co-irmão rebelde, a equipe do Go Go Boys. Ambos já se enfrentaram diversas vezes e o último embate teve vitória dos zebras por 4×3.

            O duelo está previsto pra começar as 23:00h.

 

REBELDIÕES X GO GO BOYS
Data: 19/06/2008
Horário:23:00h
Campo: Pau-Ferro

 

 

 

 

EMPATE COM SABOR DE VITÓRIA

 

Rebeldiões e Siabas empataram por 4×4 em amistoso realizado Sábado à noite no campo do Mundo Mágico, em Vila Isabel. Foi uma partida eletrizante e decidida no apagar das luzes, com o gol de empate do alviverde de Jacarapaguá saindo segundos antes do término da partida.

 

            Mesmo contando com alguns desfalques, inclusive do treinador Harry Pudim Potter e de seu auxiliar Douguerley Luxemburgo, e com a improvisação do atacante Léo Raça no gol, o time rebelde começou o jogo exercendo forte pressão, não deixando espaços para o Siabas sair com o seu tradicional toque de bola. Mas, logo em seguida, os donos da casa equilibraram as ações do jogo e tiveram algumas chances desperdiçadas por seus atacantes.

 

            O time azul-grená abriu o placar após uma roubada de bola no meio-campo onde o jogador conseguiu sair cara a cara com o goleiro Léo Raça, que nada pôde fazer. Com a vantagem no placar, o Siabas recuou, mas continuou incomodando nas jogadas de contra ataque. Sem se abalar com o placar adverso, os rebeldes partiram pra cima e finalizaram a gol muitas vezes até sair o empate. O camisa 10 Biel, que havia perdido a bola no gol do Siabas, se recuperou e empatou num lindo chute de fora da área.

 

            Após empatar o duelo, o Rebeldiões continuou finalizando mais e possuindo maior posse de bola. Mas, o Siabas era extremamente perigoso nos contra ataques. A igualdade no placar foi desfeita após uma reposição errada do improvisado goleiro Léo Raça. Ao tentar enganar o adversário, a bola ficou dividida entre o camisa 1 e o atacante adversário que conseguiu encobrir o arqueiro rebelde. Mais uma vez atrás do placar, o alviverde não desanimou e continuou suas investidas até conseguir a igualdade novamente. E outra vez ele, o camisa 10 Biel, foi o protagonista rebelde na noite de Sábado. O habilidoso meia passou pelo zagueiro e, quase sem ângulo para o chute, tirou do goleiro para empatar novamente o equilibrado e movimentado primeiro tempo.

 

            Sem o treinador Pudim para passar as instruções, o time se reuniu em alguns minutos e definiu a estratégia para conseguir a vitória. Só não contava com a astúcia do time do Siabas que em dois ataques letais conseguiu aumentar a diferença para 4×2.

 

            Com a grande desvantagem no placar, o Rebeldiões se desconcentrou um pouco da partida e sofreu alguns ataques do time da casa. Pra piorar, o meio campo Léo Rato foi obrigado a parar um contra ataque azul-grená com um carrinho por trás, tomando cartão amarelo e deixando o time alviverde desfalcado por dois minutos. E após tomar uma bola na trave, os rebeldes acordaram e partiram com tudo pra reação. Após diversos ataques, o terceiro gol saiu com um chutaço de Léo Rato que contou com um desvio do zagueiro adversário, enganado o goleiro.

            Faltando poucos minutos para o final da partida, com o Siabas bem postado na defesa, o Rebeldiões seguiu lutando em busca do gol de empate. E ele saiu após uma eficiente troca de passes do time alviverde. Após rodar o campo com a posse de bola, ela parou nos pés de Biel que encontrou Emiliano livre perto da área que só rolou para o zagueiro Vini chutar. A bola entrou no canto direito do goleiro dando números finais à partida. Final de jogo, Siabas 4×4 Rebeldiões.

 

            A série de resultados negativos dos rebeldes ainda não foi quebrada, mas o empate contra a grande equipe do Siabas, na casa do adversário, conquistada no último segundo, teve um gostinho de vitória para os jogadores alviverdes e a sua “imensa” torcida que foi representada pela presença da rebeldiete Thainara.

 

            Ao final do amistoso, o presidente Léo Raça divulgou nota através da assessoria de imprensa, confirmando a participação do Rebeldiões na Copa Flog, que tem início previsto para o dia 22 de Junho. Os jogadores prometeram muito empenho e dedicação para conquistar esse troféu e colocar o Jacaré Alviverde de novo no caminho das vitórias.

 

 

Nas derrotas que nascem os Campeões!

 

O Rebeldiões passa por um momento delicado. O time não tem encontrado o seu melhor futebol, sofreu um duro golpe com a eliminação precoce na Taça Jacarepaguá e não conseguiu vencer os seus últimos três amistosos. É verdade que nas últimas partidas o grupo não compareceu com força máxima aos jogos e, completamente desmantelado e sem reservas, o preparo físico fez a diferença e foi fator preponderante para os resultados negativos.

 

            Mas, como esse plantel é formado por guerreiros e homens (Com exceção do zagueiro metrossexual Doug Funny) com muito brio e vontade de vencer, a diretoria vem fazendo um enorme esforço para marcar amistosos com adversários de excelente nível técnico para a equipe readquirir a confiança e o bom futebol demonstrados no início da temporada.

 

            Muito erudito, o camisa 7 Renas Maravilha relembrou um trecho da palestra motivacional apresentada por um dos melhores treinadores do Brasil e grande vencedor, Wanderley Luxemburgo. Segundo “Luxa”, “São nas derrotas que nascem os campeões”, e que isso depende apenas da “forma como se lida com as derrotas”. E é com espírito VENCEDOR que o Rebeldiões Futebol Society vai tentar retomar o caminho das vitórias. Todos esperam dar um “Basta!” nessa fase negra que paira sobre o jacaré alviverde.

 

            No próximo Sábado, os rebeldes terão um desafio importante e extremamente difícil contra a forte equipe do Siabas, na casa do adversário. Será mais um amistoso visando à preparação de ambas as equipes para competições futuras. Alguns desfalques já estão definidos no lado da equipe do Rebeldiões. O meio-campo Léo Rato e o zagueiro Negão não vão poder comparecer devido compromissos pessoais e o cabeça-de-área Gaúcho continua entregue ao departamento médico do clube.

 

            Os jogadores vão continuar na luta e, muito em breve, a rotina de vitórias e conquistas voltará a imperar no âmbito alviverde. Mas, o que nunca vai deixar de existir nesse grupo, e todos estão comprometidos nessa causa, é a essência de união e amizade do Rebeldiões.

 

SIABAS x REBELDIÕES

Local: Mundo Mágico – Vila Isabel

Data: 07/06/08

Horário: 18h30min

Objetivo do Rebeldiões: VENCER!

 

 

 


Contador

  • 16.965 visitas